imagem de capa da página

PESQUISAR NESTE BLOG

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

POESIA



EU E A POESIA III
Ricardo De Benedictis

Se eu não fosse tão sincero
Ao compor minha poesia,
Por dizer sempre o que quero
Na tristeza e na alegria,

Quem sabe, meus sentimentos
Não fossem os mesmos que tive
E nem os meus argumentos
Realçassem o amor que vive

Até hoje no que faço
Seja no olhar ou no abraço,
Na despedida da amada!

Pois tudo o que fiz na vida
Foi com a incerteza incontida
Da partida ou da chegada!

Nenhum comentário:

MARCADORES (PALAVRA-CAHVE/TAGS)