imagem de capa da página

PESQUISAR NESTE BLOG

sexta-feira, 2 de março de 2018

CRÔNICA



NORUEGA DESMORALIZA ÍNDICES DE NÃO CORRUPÇÃO
Ricardo De Benedictis

O Governo norueguês, dono da ALUNORTE  que acaba de poluir um rio em Barcarena, no Pará, quando jogou produtos químicos e rejeitos na fonte de água doce que serve à população, está relacionado (Noruega) entre os quatro países menos corruptos do mundo. Isso não é verdade. Se os noruegueses não são corruptos, quem são os vilões que chegam no Brasil e arrasam com um rio para angariar dinheiro que sustente sua gente?

A exemplo do acidente de Mariana que já faz quase dois anos e as empresas inglesas e holandesas, também cujos países estão no topo da linha dos menos corruptos, acabam por desmoralizar de uma vez com tais índices que demonstram que as empresas encarregadas das pesquisas devem levar vantagens para colocá-los em patamares imerecidos.

O que acontece é que o judiciário nos países europeus e mesmo, nos Estados Unidos, fazem tramitar com rapidez os processos, enquanto os nossos juízes trabalham muito pouco para ganhar muito e as Leis favorecem o infrator.

Esta mesma ALUNORTE foi multada pelo IBAMA em milhões no ano de 2016 e recorreu à Justiça. Agora, multada novamente em apenas 13 milhões de reais, já recorreu ao judiciário e não vai pagar. A mesma coisa fez a Vale e suas subsidiárias que destruíram o rio Doce em Minas e Espírito Santo, além de parte do litoral, atingindo um santuário de corais que nos orgulham, em Abrolhos, na Bahia. E isso tudo vai ficar por isso mesmo.

Se dizem honestos, mas são piratas. Piratas a vida inteira. Dos mares e das florestas que devastaram na Europa e devastam no Brasil e onde mais existirem.

São uns cretinos, que se fazem de cordeirinhos.

Que vão pescar e vender seu bacalhau, sua maior e mais fedorenta riqueza e nos deixem viver.

Nenhum comentário: