imagem de capa da página

PESQUISAR NESTE BLOG

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Ricardo De Benedictis - Série: VERDADES QUE EU CONTO:

“RENUMERA AÍ QUE EU FAÇO”
Ricardo De Benedictis
A propósito de falar e, mais facilmente ainda, escrever errado, com o brasileiro não há quem possa!

Uma pérola nova acaba de sair da expressão do rapaz que nos foi apresentado pelo proprietário do apartamento onde passamos a chuva, enquanto a empresa de águas resolve ou não nos indenizar pelos estragos que causou à nossa residência, com a seguinte frase:

- ‘Eu vou viajar por dois meses - disse-nos o proprietário - enquanto isso, tudo que se referir a consertos, instalações no terraço e dependências comuns do prédio, os senhores podem falar com o Guto’.

De 'la prima volta’ que recorremos ao puto do Guto, ele saiu com essa !

- Olha aqui. Fazer eu faço. O patrão não me paga pra ficar aqui todo dia. Sou pedreiro e trabalho para outros; sou ‘renumerado’ no trabalho que faço fora. Se vocês quiserem me ‘renumerar’, aí eu venho e faço’...

Da primeira vez meu filho o ‘renumerou’ e ele fez o serviço nada a contento daquilo que esperávamos. Na segunda, achamos que estávamos sendo explorados e resolvemos esperar a data que o dito cujo estaria de plantão no prédio para receber o técnico que viria instalar a net. Isso me fez lembrar um sujeito que conheci no Rio que dizia ter um amigo que nas rodas de cerveja e churrasco gabava-se que iria ‘comprar um carro suversivel, com ar incursionado e radio de alta finalidade’. Nada como morar no Rio tropical, conquistar as ‘girls’ com um carrão conversível, dotado de ar condicionado e som de alta fidelidade...

Nenhum comentário: